Clinicas Persona - Exercicio aerobico jejum

Exercício aeróbio em jejum? Prós e contras!


O aeróbio em jejum ou AEJ é um tema controverso nas discussões sobre saúde e alimentação, pois, para uns é o mais eficaz no que diz respeito emagrecimento, para outros, é considerado prejudicial para a saúde.

O AEJ consiste na prática de atividade física de baixa intensidade realizada logo após acordar.

Porém, é necessário ter atenção, pois o que funciona para alguns, pode não ser adequado para outros.

Pior ainda é quando se adere à “nova moda” sem qualquer conhecimento dos seus benefícios e malefícios.

Por isso, esclarecemos algumas dúvidas neste artigo, os prós e os contras de fazer exercícios em jejum.

Pontos positivos

O aeróbio em jejum quando é realizado por pessoas que se adaptam a ele e com o acompanhamento adequado, pode apresentar alguns benefícios.

Primeiro, porque reorganiza a forma como lidamos com a alimentação, pois as refeições precisam ser pensadas detalhadamente.

Apesar de algumas pessoas se adaptarem muito bem, o AEJ não deve ser uma estratégia de longa duração, mas, sim, algo pontual dentro do plano alimentar.

O ideal é ter uma alimentação equilibrada ao longo do dia anterior e os exercícios devem ser entre intensidade leve e moderada, num curto espaço de tempo.

Inúmeros estudos têm demonstrado que quando se está em jejum, estão menos reservas de energia disponíveis por causa dessa falta de alimentação, então, o organismo passa a queimar gordura como combustível.

Segundo alguns especialistas, essa prática não apresenta riscos, porém é mais indicada para quem já tem uma rotina de exercícios. Indivíduos que sofram com algum tipo de cardiopatia ou problema de pressão arterial, precisam consultar um especialista.

Além disso, treinar em jejum ajuda no aumento da sensibilidade à insulina, o que potencializa a eficiência do organismo em metabolizar os alimentos, pois, aumenta a produção da hormona do crescimento, que tem papel importante na lipólise e no ganho de massa magra, também regula os níveis de cortisol, ajuda no emagrecimento de quem precisa perder pouca gordura e está com resultados estagnados.

Entre as atividades mais indicadas para se fazer em jejum estão: caminhada, ciclismo e natação, uma vez que utilizam prioritariamente a gordura como substrato energético.

Porém, é preciso ter um certo cuidado quando se inicia o processo de treino, principalmente se não tem um bom condicionamento físico.

Pontos negativos

Os pontos negativos são os maiores, pois a maioria dos profissionais são extremamente contra esse tipo de exercício.

Como referimos anteriormente, com a adesão ao aeróbio em jejum, é possível que, em condições ideais, apareçam alguns benefícios. Entretanto, não são todas as pessoas que podem adotar essa estratégia.

Caso contrário, há uma grande probabilidade do AEJ ser um risco para sua saúde.

Quando o praticante possui uma alimentação, composta na maior parte por hidratos de carbono de alto índice glicémico (pão brancos, bolos e doces em geral) o cérebro habitua-se a uma sensação de prazer.

Na ausência desse macronutriente, o organismo imediatamente envia ao cérebro um sinal de fome, como tal, vai originar tonturas, fraquezas e até queda de pressão arterial, logo não conseguirá realizar o treino eficazmente.

Existe ainda um risco ligado a dietas com baixa ingestão calórica.

Muitas vezes, reduzem as porções dos alimentos sem nos preocuparmos com a sua composição, o que é, sem dúvidas, um péssimo caminho a seguir.

Os que aderem a uma dieta hipocalórica sem consultar um profissional costuma apresentar o metabolismo mais lento, visto que se adaptou a funcionar com menos energia e a armazenar gordura.

Nessa situação, além de não emagrecer, ainda é possível sentir-se mal, já que o corpo não dispõe de energia suficiente para a realização de um exercício.

A grande maioria dos nutricionistas e profissionais da área desportiva acreditam que o aeróbio em jejum funciona para emagrecer, pois qualquer exercício aeróbio ou restrição calórica funciona no que diz respeito a emagrecer.

Em jejum o exercício queima mais gordura, mas não muito mais, ou seja, não faz muita diferença.

O resultado é praticamente igual, mas com o risco de reduzir a performance e sentir-se mal.

Quando falamos em baixa de performance referimo-nos á diminuição do desempenho, não conseguimos manter o mesmo rendimento, conseguimos correr menos e cansamo-nos com mais facilidade. Portanto, isso vai atrapalhar os resultados durante o treino, como ganho de músculo, perda de gordura e de peso.

Lembre-se

Este tipo de treino precisa ser feito com acompanhamento e não é recomendado para qualquer pessoa.

Sem o acompanhamento de um especialista, pode ser perigoso para a saúde e não atingir os objetivos desejados.

O melhor é ter um estilo de vida focado no emagrecimento saudável e duradouro.

Visite-nos numa Clínica Persona perto de si e agende uma Consulta gratuita e sem compromisso. Só assim é possível saber qual a melhor estratégia a seguir e ter a garantia de um acompanhamento personalizado e adaptado às suas necessidades específicas.

Mais de 30 anos de experiência

Mude com confiança. Alcance os seus objetivos através de tratamentos seguros, eficazes e acessíveis, projetados para resultados duradouros e sem surpresas desagradáveis.

Marcar consulta gratuita

Beneficie de um serviço exclusivo, com total transparência, sem custos escondidos e totalmente comprometido com os seus resultados.

  • Avaliação inicial gratuita.
  • Análise corporal completa.
  • Uma sessão gratuita do programa prescrito (excepto Pershape e Depilação permanente).
  • Planos personalizados e acompanhamento constante.
  • Profissionais de saúde qualificados e em constante formação.
  • Facilidade de pagamento.

Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.