Clinicas Persona - Comida picante

Comida picante: ajuda a emagrecer?


Clinicas Persona - Comida picante Investigadores do Centro de Nutrição Humana da Universidade da Califórnia, concluíram que a ingestão de comida picante aumenta o consumo de energia do organismo, apresentando assim uma vantagem para quem pretende emagrecer. Os alimentos picantes contêm uma substância chamada capsaicina, o fitoquímico que lhe confere o gosto picante. Este tem a capacidade de induzir a termogénese (efeito de transformar parte das calorias dos alimentos em calor). Outra vantagem da capsaicina que os investigadores foram capazes de provar é que este composto aumenta significativamente a oxidação das gorduras. Força, assim, o organismo a usar mais gordura como combustível, o que pode contribuir para uma acentuada diminuição da massa gorda. Apesar das boas notícias, a comida picante deve ser consumida de forma moderada. Quando consumida em excesso, pode provocar problemas de estômago como acidez ou irritação.

Benefícios da comida picante

  • possuem efeito anti-microbiano, anti-oxidante e anti-inflamatório.
  • contribuem para o emagrecimento, pelo seu efeito termogênico, ao acelerar o metabolismo.
  • ajudam a combater a retenção de líquidos.
  • exercem ação sobre a flora intestinal.
  • ajudam a melhorar a circulação sanguínea. Além disso, a comida picante é rica em vitamina A e C, o que contribui para uma boa saúde dos vasos sanguíneos.
  • apresentam poder saciante, o que contribui para evitar ingerir alimentos pouco saudáveis entre as refeições.
  • melhoram a aparência da pele: o suor produzido pela sua ingestão ajuda a limpar os poros.
  • segundo alguns estudos científicos, a comida picante ajuda a prevenir o risco de desenvolvimento de cancro.
  • alguns alimentos como o gengibre ou a pimenta caiena são excelentes para ajudar a combater os sintomas de gripe ou constipação. Graças às suas propriedades medicinais, ajudam a aliviar a congestão nasal e as dores no corpo.

Alimentos picantes e saudáveis, que pode incluir na sua alimentação diária:

  • Malagueta: é dos alimentos mais picantes, pelo que é importante ser consumida com moderação.
  • Gengibre: possui propriedades benéficas para a saúde e pode também ser consumido na forma de chá depois das refeições.
  • Cominhos: são uma das especiarias mais usadas na cozinha pelo seu sabor muito característico e que dá um toque especial e rico aos cozinhados.
  • Curry: embora seja pouco picante, contém grandes quantidades de capsaicina.
  • Pimenta caiena: é bastante ativa e costuma ser usada em diferentes tipos de comida para conseguir dar um toque picante ao prato.

Os alimentos picantes devem ser consumidos com moderação e incluídos apenas numa alimentação saudável e equilibrada. Apenas desta forma poderão contribuir para uma diminuição de peso. Para saber mais fale com o seu nutricionista!

Mais de 30 anos de experiência

Mude com confiança. Alcance os seus objetivos através de tratamentos seguros, eficazes e acessíveis, projetados para resultados duradouros e sem surpresas desagradáveis.

Marcar consulta gratuita

Beneficie de um serviço exclusivo, com total transparência, sem custos escondidos e totalmente comprometido com os seus resultados.

  • Avaliação inicial gratuita.
  • Análise corporal completa.
  • Uma sessão gratuita do programa prescrito (excepto Pershape e Depilação permanente).
  • Planos personalizados e acompanhamento constante.
  • Profissionais de saúde qualificados e em constante formação.
  • Facilidade de pagamento.

Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.

4 comentários a “Comida picante: ajuda a emagrecer?”