Clinicas Persona -- Gravidez Mitos e Verdades

Gravidez: mitos e verdades


A gravidez é um momento muito importante na vida, mas também de muita insegurança e receio, sobretudo devido às muitas especulações e histórias passadas de geração em geração.

Mas afinal, quais delas estão corretas?

  1. Desejos alimentares não saciados provocam marcas de pele nos bebés – MITO

Um dos mitos mais clássicos durante a gravidez, é de que todos os desejos das grávidas devem ser satisfeitos, caso contrário, o bebé poderá ficar com marcas na pele.

É verdade que durante a gravidez se poderá ter desejos, e até podem mesmo ser reflexos das carências nutritivas do bebé.

No entanto, se não forem supridos, nada de grave acontecerá.

Sendo assim, as marcas na pele são um mito, não advêm de desejos alimentares não satisfeitos na gravidez.

  1. As mulheres grávidas sentem mais calor – VERDADE

Durante a gravidez, o metabolismo da mulher fica mais acelerado.

Consequentemente a temperatura do corpo sobe, não muito, mas o suficiente para se sentir mais calor.

  1. Durante a gravidez não se pode fazer depilação nem manicure – MITO

Apesar de mais sensíveis à dor, nada impede a depilação durante a gravidez.

O uso de cera ou lâminas é perfeitamente seguro e poderá ser utilizado normalmente.

No entanto, depilação a laser não é recomendada, uma vez que ainda são incertos os efeitos sobre o impacto da radiação nos bebés.

Relativamente às unhas, também é um puro mito, as substâncias químicas presentes nos produtos utilizados não representam qualquer risco para a mãe ou o bebé.

  1. As mulheres grávidas não devem usar cremes de rosto – Não Recomendável

Por um motivo muito simples não é aconselhado o uso de cremes de rosto durante a gravidez.

A maioria dos testes realizados com estes cremes não incluem grávidas, sendo assim incerto o seu efeito durante a gestação, não sendo recomendada a sua utilização.

  1. Beber cerveja preta aumenta a produção de leite – MITO

Não, não e não!

Qualquer consumo de álcool durante a gravidez é não recomendado por qualquer profissional.

O seu consumo pode provocar complicações no bebé, tendo consequências permanentes na sua saúde.

  1. Longos períodos de jejum alimentar aumentam a probabilidade de enjoos – VERDADE

Normalmente o estômago, quando está vazio, aumenta a produção de ácido, causando assim ainda mais enjoos e azia durante este período.

Sendo que nesta fase, o jejum prolongado pode ainda ser mais propicio a originar uma crise hipoglicémica (baixo nível de glicose no sangue), o que poderá causar tonturas e até mesmo prejudicar o bebé.

  1. Durante a gravidez não se deve praticar exercício físico – MITO

Errado!

É importante que durante a gravidez se continue as atividades físicas regulares.

Sendo o sedentarismo também prejudicial nesta altura.

No entanto, é recomendada uma avaliação médica e acompanhamento profissional durante a prática de atividade física.

  1. O primeiro trimestre da gravidez é o mais delicado – VERDADE

Durante este período é quando ocorre a formação dos órgãos do feto.

Ou seja, é quando existe maior risco de malformações e alterações genéticas.

Por isso, nestes meses os cuidados devem ser redobrados, sendo também o maior período de abortos espontâneos decorrentes de malformações do embrião.

  1. As mulheres grávidas têm que comer por dois – MITO

Uma dieta equilibrada e recomendada por um profissional é o ideal durante a gravidez.

De facto, comer demais durante a gestação pode ser muito prejudicial tanto para a mãe como para o bebé. Inclusive, em alguns casos extremos, pode até mesmo provocar parto prematuro, diabetes gestacional e hipertensão.

No entanto, também não é o momento para fazer dietas restritas, o ganho de peso durante a gestação é um processo fisiológico e fundamental no desenvolvimento do bebé.

  1. O convívio com gatos é prejudicais para as grávidas – MEIA-VERDADE

Toxoplasmose, uma doença causada por um protozoário presente nos felinos é o motivo para esta recomendação relativa a estes animais.

Gatos contaminados com este parasita, podem transmiti-lo por meio das suas fezes.

Normalmente, esta toxoplasmose passa despercebida em pessoas não grávidas, contudo no feto poderá causar problemas graves, principalmente malformações.

Contudo, um gato doméstico que só se alimente de ração dificilmente será contaminado.

No entanto, como prevenção, é melhor deixar a tarefa de limpar a caixa de areia para outra pessoa, no caso de ter gatos por casa.

Visite-nos numa Clínica Persona perto de si e agende uma Consulta gratuita e sem compromisso. Só assim é possível saber qual a melhor estratégia a seguir e ter a garantia de um acompanhamento personalizado e adaptado às suas necessidades específicas.

Mais de 30 anos de experiência

Mude com confiança. Alcance os seus objetivos através de tratamentos seguros, eficazes e acessíveis, projetados para resultados duradouros e sem surpresas desagradáveis.

Marcar consulta gratuita

Beneficie de um serviço exclusivo, com total transparência, sem custos escondidos e totalmente comprometido com os seus resultados.

  • Avaliação inicial gratuita.
  • Análise corporal completa.
  • Uma sessão gratuita do programa prescrito (excepto Pershape e Depilação permanente).
  • Planos personalizados e acompanhamento constante.
  • Profissionais de saúde qualificados e em constante formação.
  • Facilidade de pagamento.

Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.