Conheça a importância do Sol e Vitamina D


A chegada do Verão e dos dias quentes e solarengos é sempre um bom pretexto para uma ida à praia ou um passeio ao ar livre.

Saiba que o sol faz muito mais por si, além de lhe dar aquele tom bronzeado irresistível.

Um recente estudo do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra concluiu que cerca de 65% dos portugueses apresentam carência de vitamina D.

Esta é uma vitamina lipossolúvel e apresenta-se na forma de vitamina D2 (calciferol – de origem vegetal) e vitamina D3 (colecalciferol – de origem animal).

É essencial para o correto funcionamento de todo o organismo, nomeadamente ao nível da absorção de cálcio e reforço do sistema imunitário.

Estados depressivos, cansaço, fragilidade óssea e fraqueza muscular podem ser indicadores de deficiência desta vitamina.

Ao contrário das outras vitaminas, a vitamina D pode ser produzida pela pele, através da exposição aos raios ultravioletas.

A verdade é que, apesar da nossa posição geográfica favorável, não apanhamos sol suficiente e no pouco tempo em que estamos expostos ao sol, colocamos protetor solar.

Apesar de todos os benefícios associados à sua aplicação, nomeadamente ao nível da prevenção do cancro de pele, segundo os especialistas basta um fator de proteção solar 15 para bloquear em cerca de 95% a capacidade que a pele tem de produzir a vitamina D.

Para se conseguir manter um bom nível de vitamina D no organismo, as recomendações nacionais e internacionais apontam para uma exposição solar direta e desprotegida de 15 minutos por dia.

Além disso, a produção cutânea de vitamina D só ocorre quando o índice UV é superior a 3 e o melhor horário é entre as 12h00 e as 15h00, quando a radiação solar atinge a terra de uma forma perpendicular.

Assim sendo, o risco de carência de Vitamina D é maior nos indivíduos pouco expostos ao sol, nas crianças, nos idosos, durante a gravidez (tendo em conta que as suas necessidades estão aumentadas nesta fase da vida) e durante a menopausa (na medida que a descalcificação óssea aumenta, como consequência da diminuição da produção de estrogénio).

Também nos indivíduos de pele escura (por esta conter níveis elevados do pigmento melanina) o risco de défice de vitamina D é maior.

Contudo, além da exposição solar, é essencial o aporte desta vitamina através da alimentação, nomeadamente através da ingestão adequada de alimentos naturalmente ricos em Vitamina D.

Destacam-se os lacticínios, a gema de ovo, os peixes gordos (como o salmão, a cavala, a sardinha, o atum), as ostras, o óleo de fígado de bacalhau e os cremes vegetais para barrar.

Aproveite os benefícios do sol, mas sempre com cautela!

Para saber mais sobre este assunto e a necessidade, ou não, da toma de suplementação de vitamina D fale com o seu nutricionista.

Só assim terá a garantia de um acompanhamento especializado, de acordo com o seu caso e objetivo específico.

Visite-nos numa Clínica Persona perto de si e agende uma Consulta gratuita e sem compromisso. Só assim é possível saber qual a melhor estratégia a seguir e ter a garantia de um acompanhamento personalizado e adaptado às suas necessidades específicas.

Mais de 30 anos de experiência

Mude com confiança. Alcance os seus objetivos através de tratamentos seguros, eficazes e acessíveis, projetados para resultados duradouros e sem surpresas desagradáveis.

Marcar consulta gratuita

Beneficie de um serviço exclusivo, com total transparência, sem custos escondidos e totalmente comprometido com os seus resultados.

  • Avaliação inicial gratuita.
  • Análise corporal completa.
  • Uma sessão gratuita do programa prescrito (excepto Pershape e Depilação permanente).
  • Planos personalizados e acompanhamento constante.
  • Profissionais de saúde qualificados e em constante formação.
  • Facilidade de pagamento.

Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.